sábado, 4 de março de 2017

Veja algumas curiosidades sobre a Bíblia Sagrada:
Quantas letras tem a bíblia?
A bíblia contém cerca de 3.566.480 letras, que constituem 773.692 palavras.
Quantos versículos tem a bíblia?
 A bíblia, na tradução de almeida revista e corrigida, possui 31.105 versículos (o maior é et 8.9; o menor é êx 20.13).
Quantos capítulos tem a bíblia?
 A bíblia conta com 1189 capítulos.
Quando a bíblia foi dividida em capítulos e por quem?
 A bíblia sagrada foi dividida em capítulos no século xiii (entre 1234 e 1242), pelo teólogo Stephen Ianghton, então bispo de canterbury, na Inglaterra, e professor da universidade de paris, na França.
Quando a bíblia foi dividida em versículos e por quem?
 A divisão do Antigo Testamento em versículos foi estabelecida por estudiosos judeus das escrituras sagradas, chamados de massoretas. Com hábitos monásticos e ascéticos, os massoretas dedicavam suas vidas à recitação e cópia das escrituras, bem como à formulação da gramática hebraica e técnicas didáticas de ensino do texto bíblico. Foram eles que, entre os séculos ix e x primeiro dividiram o texto hebraico (do antigo testamento) em versículos. Influenciado pelo trabalho dos massoretas no antigo testamento, um impressor francês chamado Robert D’etiénne, dividiu o novo testamento em versículos no ano de 1551. D’etiénne morava então em Gênova, na Itália.
Qual (is) a(s) primeira(s) bíblia(s) completa(s) publicada(s) com a divisão de capítulos e versículos?
 Até boa parte do século xvi, as bíblias eram publicadas somente com os capítulos. Foi assim, por exemplo, com a bíblia que Lutero traduziu para o alemão, por volta de 1530. A primeira bíblia a ser publicada incluindo integralmente a divisão de capítulos e versículos foi a bíblia de Genebra, lançada em 1560, na Suiça. Os primeiros editores da bíblia de Genebra optaram pelos capítulos e versículos vendo nisto grande utilidade para a memorização, localização e comparação de passagens bíblicas. (hoje, as notas históricas dos estudiosos protestantes de Genebra agregadas a novas notas de estudo podem ser encontradas em um recente lançamento da sociedade bíblica do Brasil: a bíblia de estudo de Genebra.) Em português, já a primeira edição do novo testamento de João Ferreira de Almeida (1681) foi publicada com a divisão de capítulos e versículos.
Qual o maior capítulo da bíblia?
O maior capítulo da bíblia é o salmo 119, com 176 versículos.
Qual o menor capítulo da bíblia?
O menor capítulo da bíblia é o salmo 117, com 2 versículos apenas.
Quem escreveu os livros?
Conferir tabela abaixo. Nem todos os escritores são conhecidos. O ponto de interrogação assinala este desconhecimento.
Quando os livros foram escritos?
 Conferir tabela abaixo. Nem todos as datas são precisas ou conhecidas. O ponto de interrogação assinala esta imprecisão ou desconhecimento.
Antigo testamento
Livro - escritor(es)- data aproximada
Gn-moisés-séc. Xiv ac.
Êx-moisés-séc. Xiv ac.
Lv-moisés-séc. Xiv ac.
Nm-moisés-séc. Xiv ac.
Dt-moisés-séc. Xiv ac.
Js-?-séc. Xiv-xiii ac.
Jz-?-séc. Xiii-xii ac.
Rt-?-séc. Xiii-xii ac.
1sm-samuel e outros-séc. Xi ac.
2sm-samuel e outros-séc. Xi ac.
1rs-?-séc. X-vi ac.
2rs-?-séc. X-vi ac.
1cr-?-séc. X-vi ac.
2cr-?-séc. X-vi ac.
Ed-esdras ou neemias-séc. Vi-v ac.
Ne-esdras ou neemias-séc. Vi-v ac.
Et-?-séc. Vi-v ac.
Jó-?-?
Sl-davi e outros-séc. Xii-v ac.
Pv-salomão e outros-séc. X-ix ac.
Ec-salomão-séc. X-ix ac.
Ct-salomão-séc. X-ix ac.
Is-isaías-séc. Viii ac.
Jr-jeremias-séc. Vi ac.
Lm-jeremias-séc. Vi ac.
Ez-ezequiel-séc. Vi ac.
Dn-daniel-séc. Vi-v ac.
Os-oséias-séc. Viii ac.
Jl-joel-séc. Viii-vii ac.
Am-amós-séc. Viii ac.
Ob-obadias-séc. Vii-vi ac.
Jn-jonas-séc. Vii-vi ac.
Mq-miquéias-séc. Vii-vi ac.
Na-naum-séc. Vi ac.
Hc-habacuque-séc. Vii-vi ac.
Sf-sofonias-séc. Vii-vi ac.
Ag-ageu-séc. Vi-v ac.
Zc-zacarias-séc. Vi-v ac.
Ml-malaquias-séc. Vi-v ac.
Novo testamento
Livro - escritor(es)- data aproximada
Mt-mateus-sec. I dc.
Mc-marcos (e pedro)-sec. I dc.
Lc-lucas-sec. I dc.
Jo-joão-sec. I dc.
At-lucas-sec. I dc.
Rm-paulo-sec. I dc.
1co-paulo-sec. I dc.
2co-paulo-sec. I dc.
Gl-paulo-sec. I dc.
Ef-paulo-sec. I dc.
Fp-paulo-sec. I dc.
Cl-paulo-sec. I dc.
1ts-paulo-sec. I dc.
2ts-paulo-sec. I dc.
1tm-paulo-sec. I dc.
2tm-paulo-sec. I dc.
Tt-paulo-sec. I dc.
Fm-paulo-sec. I dc.
Hb-?-sec. I dc.
Tg-tiago-sec. I dc.
1pe-pedro-sec. I dc.
2pe-pedro-sec. I dc.
1jo-joão-sec. I dc.
2jo-joão-sec. I dc.
3jo-joão-sec. I dc.
Jd-judas-sec. I dc.
Ap-joão-sec. I dc.

Fonte: Bíblia online da Sociedade Bíblica do Brasil.

terça-feira, 14 de junho de 2016

O Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.

1 Sm. 16:1-13
Introdução:
A.  Saul fora escolhido para ser rei de Israel, mas por causa dos seus constantes pecados, Deus o rejeitou e decidiu ungir um novo rei.
B.  Assim, Israel estava num momento crucial de sua história – Era hora de escolher um novo governante.
C.  É importante falar um pouco sobre Saul, o que foi eleito para ser o primeiro rei de Israel:
1)   Era um homem formoso de aparência e de grande estatura – 1. Sm. 9:2 - Ele tinha um filho chamado Saul, na flor da idade e belo. Não havia entre os filhos de Israel outro mais belo do que ele; desde os ombros para cima sobressaía a todo o povo. 
2)   Era um guerreiro – Isto era bastante oportuno para Israel que constantemente precisava empreender guerras.
3)   Era um homem carnal, vingativo e desobediente a Deus – Por isso, Deus o havia rejeitado – 1 Sm. 16:1a. - Então disse o Senhor a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel?
D.  Desse modo, Deus designou Samuel para que ungisse um novo rei – V. 1b. - Enche o teu vaso de azeite, e vem; enviar-te-ei a Jessé o belemita, porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei.    
1)   Notem que Deus mesmo havia de escolher o novo rei.
2)   E o novo rei seria uma dentre os oito filhos de Jessé, o belemita.
Trans: Assim, Samuel foi enviado a Belém, à casa de Jessé para ungir um de seus oito filhos, para ser rei de Israel...
I. Samuel e os sete primeiros filhos de Jessé – Vs. 3, 6-10:
A.  É importante observar que Samuel não sabia qual dos oitos filhos de Jessé seria escolhido por Deus para ser o rei de Israel – V. 3 - E convidarás a Jessé para o sacrifício, e eu te farei saber o que hás de fazer; e ungir-me-ás a quem eu te designar. 
B.  Samuel se pôs diante dos sete filhos de Jessé – Vs. 6-10:
1)   Eliabe, o primogênito de Jessé, apresenta-se Samuel – V. 6a. - E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe.
1.   Aparentemente, Eliabe seria indicado para àquela grande missão:
2.   Pontos a favor de Eliabe:
a)   Homem feito, maduro e experiente.
b)   Possuía um porte físico atlético e avantajado.
c)   Era m guerreiro, algo muito oportuno naquele tempo:
a.   Ele fazia parte do exército de Israel.
b.   Portanto, já tinha bastante conhecimento militar.
d)   E o mais importante, era o filho primogênito – Isso nos tempos bíblicos era muito importante.
e)   Em suma, era muito fácil olhar para aquele homem e dizer: Este é o escolhido de Deus.
3.   Assim, como nós faríamos, Samuel se deixou levar pela aparência – V. 6b. E disse: Certamente está perante o Senhor o seu ungido. 
2)   Abinadabe, o segundo filho de Jessé, apresenta-se – V. 8a. - Depois chamou Jessé a Abinadabe, e o fez passar diante de Samuel.
1.   Eu acredito que Abinadade possuía características bastante parecidas com as de Eliabe.
2.   Devia ser:
a)   Forte de porte.
b)   Impressionante de aparência.
c)   E assim, como seu irmão mais velho, já era um soldado com experiência militar.
3.   Mas a este, o Senhor também disse não – V. 8b. - O qual disse: Nem a este escolheu o Senhor.    
3)   Samá, o terceiro filho de Jessé, apresenta-se perante Samuel - V. 9 Então Jessé fez passar a Samá.
1.   Dos oitos filhos, Samá já era o terceiro.
2.   Mas a este também, o Senhor disse não – V. 9b. - Samuel, porém, disse: Tampouco a este escolheu o Senhor.
4)   Dessa forma, os sete filhos de Jessé se apresentaram e a todos o Senhor rejeitou – V. 10 - Assim fez passar Jessé a sete de seus filhos diante de Samuel; porém Samuel disse a Jessé: O Senhor não escolheu a nenhum destes.
1.   É importante ressaltar que O livro de 1ª Crônicas faz menção apenas sete filhos de Jessé - 1º Cro. 2:13-15 - A Jessé nasceram Eliabe, seu primogênito, Abinadabe o segundo, Samá o terceiro, 14 Netanel o quarto, Radai o quinto, 15 Ozen o sexto e Davi o sétimo.  
2.   O motivo de aqui serem apresentados apenas sete filhos, talvez seja porque um deles havia falecido.
II. Davi se apresenta perante Samuel e é ungido o rei de Israel – Vs. 11-13:
A.  Recebendo a negativa em relação aos primeiros sete filhos, Samuel inquire de Jessé se não há mais um filho – V. 11a.- Disse mais Samuel a Jessé: São estes todos os teus filhos?
B.  Eu acho impressionante a resposta de Jessé – V. 11b. - Respondeu Jessé: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas.
1)    Como se dissesse:
1.    “Tem o caçula, mas ele está ocupado:
2.    “Também é muito novinho e franzino, não serve para ser rei”
C.  Samuel, porém, ordena que Jessé mande buscá-lo imediatamente – V. 11c. - Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda trazê-lo, porquanto não nos sentaremos até que ele venha aqui. 
D.   Contra todas as evidências, Davi chegou e Deus o mandou que ele fosse ungido rei de Israel – Vs. 12b.-13 – 12 Então disse o Senhor: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo. 13 Então Samuel tomou o vaso de azeite, e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi.
III. Duas perguntas de suma importância:
A.  O que tinha e quem era Davi, para ter sido ungido rei de Israel, o povo escolhido de Deus?
1)   Perfil humano – Davi era um homem imperfeito – Ele cometeu uma série de pecados, quando tomou para si a mulher de um dos seus soldados, chamado Urias – 2 Sm. 11.
2)   Perfil físico – Quando foi ungido, Davi não apresentava o biótipo de um rei-guerreiro – V. 12a. Jessé mandou buscá-lo e o fez entrar. Ora, ele era ruivo, de belos olhos e de gentil aspecto.
3)   Perfil moral – Davi era um homem de raras qualidades morais:
1.   Humildade – Depois se ser ungido rei, ele continuou a cuidar das ovelhas de seu pai.
2.   Coragem – Ele mantou um leão e um curso.
3.   Fé - Ele venceu o grande guerreiro Golias1 Sm. 17:45 - Davi, porém, lhe respondeu: Tu vens a mim com espada, com lança e com escudo; mas eu venho a ti em nome do Senhor dos exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.
4)   Perfil espiritual - Davi era um homem segundo o coração de Deus1 Sm. 13:14a. - Agora, porém, não subsistirá o teu reino; já tem o Senhor buscado para si um homem segundo o seu coração.
1.   O coração é o centro da vontade humana – Isso significa que Davi tinha prazer em fazer a vontade de Deus. 
2.   O coração é o centro dos pensamentos – Isso significa que Davi tinha prazer em meditar na pessoa de Deus.
3.   O coração é o centro dos sentimentos – Isso significa que Davi não se deixava dominar facilmente pelos desejos da carne.
4.   Isto pode ser visto em muitos dos Salmos que Davi escreveu, como por exemplo – Sal. 108:1-3 – 1 Preparado está o meu coração, ó Deus; cantarei, sim, cantarei louvores, com toda a minha alma. 2 Despertai, saltério e harpa; eu mesmo despertarei a aurora. 3 Louvar-te-ei entre os povos, Senhor, cantar-te-ei louvores entre as nações.   
B.  Por que Deus escolhei Davi e não os outros filhos de Jessé para ser o rei de Israel? A resposta está em - V. 7 - Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração. 
C.  Aqui está uma grande verdade que nós precisamos aprender:
1)   Nós costumamos olhar para uma pessoa e julgá-la pelo que vemos: Roupas, bens materiais, fama, posição social - A Bíblia revela que a beleza de uma pessoa não está no seu exterior – 1 Pe. 3:2-3 - 3 O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de joias de ouro, ou o luxo dos vestidos, 4 mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que és, para que permaneçam as coisas.
2)   Até Samuel foi incapaz de perceber isso – Ele queria ungir imediatamente Eliabe - Mas o Senhor lhe disseV. 6 - Não considere sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei.
3)   Notem que do ponto de vista divino, a aparência não é a melhor forma de lugar uma pessoa – Você julgaria um livro pela capa?
4)   Provérbios mostra como é enganosa a aparência – Pv. 31:30- A beleza é enganosa, e a formosura é passageira, mas a (pessoa) que teme ao Senhor, essa será louvada.
5)   Jesus censurou os fariseus por eles viviam de aparências – Mt. 23:27-28 - Hipócritas! Vocês são como sepulcros caiados: bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície. Assim são vocês: por fora parecem justos ao povo, mas por dentro estão cheios de hipocrisia e maldade.
6)   Há pessoas que e seguem os ensinamentos de alguém por  causa da sua fama, dinheiro, sabedoria – Mas Jesus Cristo nos adverte – Mt. 7:15 - Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós com vestes de ovelhas, mas por dentro são lobos vorazes. 
Conclusão: Deus não vê como o homem vê, o homem vê o exterior, Deus vê o coração – Ele diz – Is. 66:2b. – Este é o homem para quem olharei, o humilde e contrito de espírito, que treme da minha palavra. 
Pr. Hiramar Paiva, terça-feira, 14 de junho de 2016.


sábado, 26 de março de 2016

O Sofrimento e o Triunfo do Servo de Deus
Is. 52:13-53:12
Introdução:
A.  O texto que temos diante de nós, apresenta com nitidez impressionante a narrativa do sofrimento e do triunfo do Filho de Deus.
B.  Embora tenha vivido, cerca de oito séculos antes de Cristo, o profeto Isaías fez um relato tão preciso dos acontecimentos relacionados à morte e a ressurreição de Jesus Cristo, como se fora uma testemunha ocular dos fatos.
C. Neste texto, é possível ver o sofrimento e o triunfo de Jesus, que aqui é chamado de servo, do ponto de vista do homem e do ponto de vista de Deus.
I. O Servo visto pelos homens – Rejeitado e desprezado - Vs. 1-3:
A.  Ele era o foco principal de uma mensagem aparentemente absurda demais para ser aceita – V. 1 - Quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do SENHOR?
1)  O apóstolo destaca o parecer dos homens em relação a mensagem da cruz:
1.  Para os judeus era um escândalo – 1 Cor. 1:23a. - Mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus.
2.  Para os gentios era uma loucura – 1 Cor. 1:23b. - Loucura para os gentios;
2)  E para nós, o que esta mensagem representa? Ainda hoje as palavras do profeta fazem sentido – V. 1a. - Quem creu em nossa pregação?
B.  Ele não possuía nenhum atrativo – V. 2 - Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; não tinha aparência nem formosura; olhamo-lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse.
1)  A figura empregada aqui é a de um frágil broto que sai de um toco de árvore – V. 2a. - Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; não tinha aparência nem formosura.
2)  Por isso, os homens não viram nada n’Ele que os agradassem – V. 2b. - Olhamo-lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse.
C. Assim, os homens preferiram não acreditar que Ele fosse o Filho de Deus - V. 3 - Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso.
1)  Notem isso:
1.  Ele foi rejeitado – V. 3a. - Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens.
2.  Ele foi submetido a grandes sofrimentos – V. 3b. - Homem de dores e que sabe o que é padecer.
3.  Os homens preferiram ignorá-lo – V. 3c. - E, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso.
2)  Prova de que os homens preferiram não acreditar que Jesus era o Filho de Deus: Ainda hoje, os judeus estão esperando a vinda do Messias.
II. O Servo visto por Deus – Seria o Redentor vicário - Vs. 4-6:
A.  Ele é o Redentor vicário – V. 4 - Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.
1)  O significado da palavra Vicário:
1.  Àquele que faz as vezes do outro.
2.  Àquele que assume o lugar do outro.
3.  Àquele que recebe a punição pelos pecados cometidos por outras pessoas.
2)  Pedro descreve assim o ato vicário de Jesus – 1 Pe. 3:18 - Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos. 
B.  Ele sofreu em nosso lugar – V. 5 - Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
1)  Traspassado – Significa: Furado.
2)  Moído – Significa: Totalmente esmagado.
3)  O castigo que nos traz a paz – Significa: O castigo que nos proporcionou a Deus – Jo. 14:27 - Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.
C. Ele levou sobre si, a punição dos nossos pecados - V. 6 - Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.
III. Os sofrimentos do Servo visto pelos homens – Os seus sofrimentos seriam uma trágica infelicidade, um grande  fracasso - Vs. 7-9:
A.  Ele não abriu a sua boca para se defender – V. 7 - Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca.
1)  Jesus não abriu a sua boca para se defender perante:
1.  Caifás.
2.  Herodes.
3.  E Pilatos.
2)  Isso causou admiração de Pilatos – Mt. 27:12-14 – 12 E, sendo acusado pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu. 13 Disse-lhe então Pilatos: Não ouves quanto testificam contra ti? 14 E nem uma palavra lhe respondeu, de sorte que o presidente estava muito maravilhado.
B.  Ele foi condenado à morte por ato judicial – V. 8 - Por juízo opressor foi arrebatado, e de sua linhagem, quem dela cogitou? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo, foi ele ferido.
C. Ele foi morto ente dois bandidos e sepultado na sepultura de um homem rico – V. 9 - Designaram-lhe a sepultura com os perversos, mas com o rico esteve na sua morte, posto que nunca fez injustiça, nem dolo algum se achou em sua boca.
1)  O Evangelho de Lucas narra a morte de Cristo entre dois malfeitores – Lc. 23:33 - E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda.
2)  Mateus narra o seu sepultamento, na sepultura de um homem rico, chamado José de Arimateia – Mt. 27:57-60 – 57 E, vinda já a tarde, chegou um homem rico, de Arimatéia, por nome José, que também era discípulo de Jesus. 58 Este foi ter com Pilatos, e pediu-lhe o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que o corpo lhe fosse dado.
59 E José, tomando o corpo, envolveu-o num fino e limpo lençol,
60 E o pôs no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha, e, rodando uma grande pedra para a porta do sepulcro, retirou-se.

IV. Os sofrimentos do Servo vistos por Deus – A redenção dos pecadores e o seu triunfo sobre a morte - Vs. 10-12:
A.  A morte de Cristo não foi um incidente, mas ele foi entregue, como oferta pelos nossos pecados – V. 10 - Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos.
1)  A Bíblia mostra como o sofrimento e a morte de Jesus fazem parte do desígnio de Deus para salvar a humanidade.
2)  Pedro disse – Atos 2:23 - A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, prendestes, crucificastes e matastes pelas mãos de injustos.
B.  Pela sua morte, o Servo trouxe a justificação aos homens – V. 11 - Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniquidades deles levará sobre si.
C. Ele venceu a morte e se tornou o Salvador do mundo – V. 12 - Por isso, eu lhe darei muitos como a sua parte, e com os poderosos repartirá ele o despojo, porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores; contudo, levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu.
D. Três momentos da obra de Cristo:
1)  Na cruz do Calvário – Jo. 19:30 - E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.
2)  O túmulo vazio – Mt. 28:6 - Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.
3)  Assentado à destra de Deus, salvando e intercedendo – Rm. 8:34 - Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. 
Conclusão:
A.  O sofrimento de Jesus foi indescritível, mas a sua vitória foi colossal.
B.  Ele é o Filho de Deus que se fez homem e servo e que sofreu, morreu e ressuscitou para ser o Salvador do mundo.
C. Is. 52:13-15 – Diz - 13 Eis que o meu Servo procederá com prudência; será exaltado e elevado e será mui sublime. 14 Como pasmaram muitos à vista dele (pois o seu aspecto estava mui desfigurado, mais do que o de outro qualquer, e a sua aparência, mais do que a dos outros filhos dos homens), 15 assim causará admiração às nações, e os reis fecharão a sua boca por causa dele; porque aquilo que não lhes foi anunciado verão, e aquilo que não ouviram entenderão.
Pr. Hiramar Paiva, sábado, 26 de março de 2016.